top of page

Indicador de Valorização de Professores (IVP)

Atualizado: 4 de jan.




A primeira edição do Indicador de Valorização de Professores (IVP), ferramenta inédita no Brasil lançada pelo Instituto Península e desenvolvido em parceria com a pesquisadora e cofundadora da Rede Conhecimento Social, Ana Lima, para medir como a sociedade e os próprios professores da Educação Básica valorizam a profissão, revela que apenas 26% dos brasileiros acreditam que os professores são bem valorizados no país, enquanto somente 20% dos docentes têm essa percepção. Os dados apontam ainda que um em cada três brasileiros (36%) percebe que a carreira docente é pouco valorizada – a mesma percepção de 18% dos professores.


Para chegar a essas informações, o Indicador de Valorização de Professores mediu cinco esferas: o Campo de Atuação, que engloba o reconhecimento do valor e da relevância da Educação Básica para o Brasil e para os brasileiros; a Carreira – remuneração e condições de trabalho; o Ambiente de Trabalho, que se refere às relações na escola com gestores, pares, estudantes e famílias; o Profissional, que diz respeito ao compromisso e a competência do professor em sua atuação; e o Indivíduo, incluindo o bem-estar e a realização pessoal fora do ambiente de trabalho.



Opmerkingen


bottom of page